Sobre

O Arrependimento Nacional surgiu em outubro de 2014, em um momento crucial de nossa nação - a véspera das eleições presidenciais - quando a, então presidente, Dilma Rousseff, se candidatou à reeleição. Convocamos pastores e líderes da Igreja Brasileira a levantar um altar de adoração e oração ao Senhor em favor do Brasil e também a reconhecer que somos culpados pelos males que assolam nosso povo.

O Arrependimento Nacional é um canal de relacionamento com a Igreja e com o povo brasileiro, é uma voz profética que clama por um reavivamento e pela manifestação da justiça de Deus no Brasil. Cremos que isso só acontecerá através das nossas intercessões e, principalmente, quando nos arrependermos dos nossos pecados.

O reavivamento já começou, por isso, não deixe de orar pelo Brasil. A única coisa que pode salvar a nossa nação é a oração 24 horas. É tempo de assumir a culpa, é tempo de confessar e se arrepender dos pecados que estão manchando nossas vestes:

  • O amor ao dinheiro e a sujeição da Igreja a Mamom (Mt 6:24);
  • A falta de santidade, a imoralidade e a profanação do culto (II Co. 6:14-18 e 7:1);
  • A Igreja brasileira se esqueceu dos povos não alcançados (Mt 28:18-20).

Nossa identidade

1 - Somos uma associação apartidária.

2 - Nossas ações são caracterizadas por uma solidariedade concernente ao cidadão no campo das políticas públicas e no exercício de cidadania com ações e representatividade de organização na sociedade civil.

3 - Somos uma organização sem fins lucrativos constituída formalmente e autonomamente caracterizada por ações de ativação de uma consciência pela verdade e justiça. Para isso desenvolvemos meios de conscientização da população brasileira, promovendo ferramentas para o desenvolvimento do bem estar social.

Oração funciona

"Quando os justos governam, alegra-se o povo; mas quando o ímpio domina, o povo geme." (Provérbios 29:2)

O Senhor tem aberto os nossos olhos para as injustiças cometidas em nossa nação. Em uma ação efetiva, o Arrependimento Nacional se uniu em oração no dia 4 de abril de 2018 e, por dezessete horas ininterruptas, clamamos por justiça. Lula, o gadareno brasileiro, foi condenado no dia 7 de abril de 2018 a pena de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A oração funciona e é responsabilidade da Igreja Brasileira clamar por justiça na nossa nação. "Orai sem cessar" (1 Ts 5:17).